O PROGRESSISTA DE ONTEM E O DO AMANHÃ

Entregas para o CEP:
Meios de envio
  • Livraria e Editora Scriptum Rua Fernandes Tourinho, 99, Belo Horizonte (MG)
    Grátis

Neste brilhante ensaio de intervenção, o renomado cientista político defende a revalorização da política institucional e da persuasão democrática para restaurar o primado da justiça e da solidariedade sobre as identidades grupais ou pessoais. No final de 2016, a surpreendente vitória presidencial de Donald Trump assinalou um momento crucial na política norte-americana, com repercussões em todas as democracias do Ocidente. Defensores do livre mercado e do bem-estar social à maneira de Roosevelt, Kennedy e Obama, os liberais progressistas repentinamente se deram conta de sua profunda desconexão com a massa das pessoas comuns. 
Para Mark Lilla, o sucesso das políticas identitárias de proteção às minorias solapou a coesão social e abriu caminho para a ascensão do populismo. O autor examina esse fenômeno histórico de consequências imprevisíveis para invocar um retorno urgente e radical aos fundamentos institucionais da cidadania."Lilla propõe um importante contrapeso ao pensamento estabelecido." — Financial Times "Após a trágica eleição de Trump, faz-se urgente uma análise dos destroços. Mark Lilla oferece um profundo e provocador resumo do que deu errado, e do que liberais, moderados e progressistas, podem fazer a respeito." — Steven Pinker