A ESPONJA DOS OSSOS

Entregas para o CEP:
Meios de envio
  • Livraria e Editora Scriptum Rua Fernandes Tourinho, 99, Belo Horizonte (MG) *nos consulte os horários da retirada pois estamos com restrições de horário devido a pandemia COVID-19
    Grátis

Em a esponja dos ossos, Maria Cecilia Brandi liga a própria voz, potente e reflexiva, a fragmentos do mundo ao redor, em constante mobilidade. Assim como uma esponja, seus poemas absorvem e ressignificam trechos de textos de diversos gêneros (romances, contos, diários e ensaios), por vezes borrando a ideia de uma fronteira estilística, embaralhando cartas e subvertendo recortes em um trabalho sofisticado e original com a linguagem. As influências e referências evidenciadas dialogam com o movimento dos versos da autora. Em poemas de construção delicada, Brandi fala, por exemplo, em manter-se de pé sobre raízes móveis (película), em preencher as fissuras / não só com a cola / que disfarça / mas com fios de ouro / que recriam (fissuras), discorre sobre a dança como sendo possivelmente a vida pisando na cara do tempo (a dança), diz que os brincos pendurados o dia todo / só incomodam quando chega em casa (móbile) e que as coisas têm coração se alguém / souber contar suas narrativas (areia).