DOS DESVIOS DA NORMA A RESPONSABILIDADE PELO IMPREVISIVEL: A AVALIACAO PERICIAL DO LOUCO INFRATOR

Entregas para o CEP:
Meios de envio
  • Livraria e Editora Scriptum Rua Fernandes Tourinho, 99, Belo Horizonte (MG) - Atendimento de Segunda à Sexta das 9:00 às 20:00 e aos Sábados das 9:00 às 15:00
    Grátis

A autora percorre com sua lupa as obras de Milner, Miller e Hacking, dentre outros, para mostrar que foi a partir da invenção do "homem médio" e o estabelecimento do saber da estatística que se pavimentou o campo da avaliação. Presumiu-se ser possível extrair das probabilidades o sumo da verdade. A avaliação pericial tornou-se o mecanismo responsável pela detecção do perigo. Seu objetivo: desarmá-lo. A probabilidade torna-se um índice da verdade, fascinada com o poder de domesticar o acaso. Da internação compulsória à medicalização vigiada, a autora demonstra como as pílulas chegaram para substituir os tijolos dos muros, as camisas de força,se ceder quanto á segregação dos corpos, ao silenciamento e apagamento da expressão da singularidade, ou seja, à morte subjetiva dos cientificamente ditos "portadores do mal em si". São discursos que matam! Os casos apresentados nesta obra resolvem o insondável e devolvem o insesato ao conjunto dos atos humanos, reintegrando o anormal à paisagem social onde a "normalidade" é só mais uma ficção dentre tantas outras. Com linguagem simples e clara, o leitor tem em mãos o resultados da pesquisa de doutorado da autora, uma material políticos e clínico inédito e que desejamos que ressoe nos que se orientam pela psicanálise, bem como mais longe, ao tocar os corpos dos operadores do Direito, da Medicina forense e da sociedade de modo geral. [EXCERTO DO PREFÁCIO] Fernanda otoni Brisset